Lançamento: Corcéis Tannat 2018

Mesdames et Messieurs,

Essa é a história de um grupo de amantes do vinho.  Eles tinham paixão pela taça e uma ideia na cabeça. Queriam se tornar produtores e foram em busca do sonho que se realizou, é bom que se diga, de uma forma diferente. Eles sonhavam em plantar as próprias uvas, mas descobriram que dava para se tornar um produtor de vinho sem necessariamente cuidar da produção agrícola. Esse grupo é o que se chama no mercado vitivinícola de negociante, ou negociant. Esse personagem, comum na França, ainda é um pouco raro no Brasil. O Negociant não é dono de terra, mas é produtor de vinhos. Ele faz parcerias com produtores agrícolas e em alguns casos com vinícolas para conseguir produzir vinhos com a sua cara.  

Esse é o caso da vinícola Hélios, formada por 3 amigos, e que tem entregado produtos de muita qualidade. A empresa foi fundada em 2014 e o nome é inspirado no Deus grego do Sol. A Hélios trabalha em parceria com vinícolas de Monte Belo e Guaporé, no Rio Grande do Sul, além de São Joaquim, em Santa Catarina. Diferentes terroirs que permitem a produção de vinhos bem distintos entre si, alguns deles já frequentam aqui o Seu Meliê.

A vinícola acaba de lançar o Hélios Corcéis Tannat, 2018. O Corcéis é um dos carros-chefe deles. Um vinho de características bem marcantes. Passou 24 meses em barricas de carvalho francês e, na primeira prova, já deu para perceber que terá vida saudável e longa. É o que denunciam o tanino e a acidez dele. Um futuro alvissareiro para quem tem muito o que festejar no presente.

A primeira prova oficial do Corcéis aconteceu numa live divertidíssima que reuniu parte dos sócios da Hélios, o craque enólogo Marcos Vian, responsável pelo vinho, além de parceiros e admiradores. O safra 2018 está com uma cor linda, rubi, muito brilhante.

Seus aromas apresentam framboesas, algum cassis, além de notas de especiaria, pimenta especialmente, baunilha e um leve tostado. Em boca, acidez e taninos estão presentes e muito bem entrosados. O Corcéis é um vinho de bom corpo com persistência médio/mais e um final que remete de leve a baunilha. É um vinho gastronômico e está no ponto para harmonizar muito bem, por exemplo, com um bom bife acho na brasa.

Com certeza, em breve, o Córceis Tannat 2018 fará parte da carta do Seu Meliê. Quer conhecer e experimentar os vinhos da Hélios? Então, visite nosso site e/ou apareça aqui em nosso Bistrô.

A bientot